Bolo de chocolate e curgete

Quantas vezes nos apetece uma coisinha doce para aconchegar a alma? Tantas! O problema é que já sabemos que o que é doce faz mal e que quando se trata de um bolo, leva sempre alguma gordura para que fique com uma textura fofinha e agradável. Para poder pecar com cabeça, deixo aqui uma receita de um bolo de chocolate que leva pouco açúcar e curgete em vez de manteiga. Para quem cultiva curgetes, também permite gastá-las quando elas invadem a cozinha.

A curgete torna o bolo ligeiramente húmido e a pequena dose de açúcar faz com que saiba mais a chocolate e não tanto ao açúcar. Para os mais pequenos é ótimo porque fá-los comer legumes e ao mesmo tempo satisfaz a sua gulodice de uma forma um pouco mais saúdavel. E uma receita simples que podem fazer com os mais pequenos… ou não. Se eles abominarem a curgete e souberem que o bolo leva esse ingrediente vão fazer um filme para provar. Neste caso, mais vale eles comerem primeiro e depois perguntar qual o legume que está no bolo e criar neles uma surpresa inesperada e uma nova forma de ver os legumes!

Preparação: 15 min Cozedura: 25 min

Ingredientes (para 8 pessoas):

  • 200g de chocolate de culinária
  • 3 ovos médios ou 4 pequenos
  • 100g de açúcar amarelo ou branco (ou 80g para menos doce)
  • 1 curgete pequena, cerca de 200g depois de descascada
  • 70g de farinha
  • 8g de fermento
  • 1 pitada de sal

Preparação:

1- Pré-aqueça o forno a 180ºC.

2- Derreta o chocolate em banho-maria ou no micro-ondas.

3- Numa taça, bata com um batedor os ovos com o açúcar até ficar espumoso.

4- Lave e descasque a curgete e, de seguida, rape-a finamente. Acrescente-a ao preparado anterior.

5- Verta o chocolate derretido e misture. Por fim, acrescenta a farinha, o fermento e o sal. Misture até tudo ficar bem envolvido.

6- Verter numa forma untada com manteiga e farinha e colocar no forno a 180ºC durante cerca de 25 minutos. Faça o teste do palito para confirmar. Tem de sair sem massa líquida agarrada.

N.B.: Se quiser, também pode separar as gemas das claras e acrescentar as claras batidas em castelo no fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *