Croquetes do chef Silva

Quantas vezes sobram restos de carne assada, estufada ou até grelhada que já não dão para fazer uma nova refeição para a família? Muitas vezes! Mas, como já sabem, sou contra o desperdício alimentar. Por isso, há uns anos, encontrei uma receita de uns croquetes que ficam deliciosos para servir como entrada ou até para comer com um arrozinho a acompanhar e legumes salteados. Como usam restos de carnes de cozinhados diferentes, ficam sempre únicos! Para além de serem bons, têm outra vantagem: podemos fazê-los e congelá-los antes de fritar. Assim, quando for preciso, é só tirá-los do congelador e cozinhá-los. As quantidades propostas são adaptáveis à quantidade de carne que tem. Só é preciso fazer as contas. Se em vez de 200g de carne, tenho 150g, vou ter de colocar (150 x 60) : 200, ou seja 45g de manteiga, por exemplo. A quantidade de ovo é que terá de ser mais aproximativa.

É uma receita que demora um bocadinho a fazer porque depois de cozinhar a massa dos croquetes temos de deixá-la endurecer para poder moldar os croquetes. Claro que dá para fazê-los sem esperar as várias horas que a receita diz colocando um pouco no congelador, por exemplo, mas, nesse caso, a moldagem não vai ser tão fácil porque a massa é relativamente mole. Mas vai funcionando porque é o que eu geralmente faço. Como não planeio com antecedência, acabo por não respeitar o tempo de espera. Mas se for para um domingo, pode fazer a massa de manhã, e perto da hora de almoço, já consegue moldá-los. Também podem pedir aos mais pequenos ajudar para moldar os croquetes e passá-los pelo pão ralado no fim da preparação. Tire um dia para experimentar porque vale mesmo a pena!

Ingredientes:

  • 200g de carne picada ou restos de carne assada, estufada, grelhada…
  • 60g de manteiga ou margarina
  • 1 dente de alho picado
  • 1 folha de louro
  • 1 cebola pequena picada fininha
  • 60g de farinha de trigo
  • 1,5 dl de leite
  • 2 ovos (1 para a massa de croquetes e outro para, no fim, panar os croquetes)
  • sal, pimenta e noz moscada q.b.
  • pão ralado q.b.

Preparação:

  1. Pique as sobras de carne numa trituradora. Se usar carne picada fresca não precisa de fazer este passo.
  2. Aqueça o leite bem quente e reserve.
  3. Pique o alho e a cebola.
  4. Num tacho, derreta a manteiga e junte o alho e a cebola picados, o louro e deixe alourar, mexendo sempre para não deixar queimar. Quando a cebola estiver translúcida, junte a farinha de uma só vez e mexa energicamente com uma colher de pau até tudo ficar bem ligado.
  5. Acrescente o leite quente em fio enquanto continua a mexer. Tem de mexer até que a massa que se formou descole do fundo.
  6. Junte a carne picada, misture bem e tempere com sal, pimenta e noz moscada. Prove para ajustar os temperos. Mexa ainda 1 ou 2 minutos.
  7. Fora do lume, bata um ovo e deixe-o cair sobre a massa e mexa bem. Leve o tacho novamente ao lume e mexa até formar uma bola que se descola do fundo do tacho.
  8. Despeje a massa num tabuleiro, espalhe-a, alise-a, cubra-a com papel vegetal e deixe-a arrefecer (umas horas no frigorífico ou no congelador se estiver com pressa).
  9. Molde os croquetes (como a massa é mole, não faço bolinhas muito grandes para aguentarem melhor a fritura sem se desfazer), passe-os por ovo batido e depois por pão ralado (neste ponto, se não os quiser cozinhar já, podem ser congelados).
  10. Frite em óleo bem quente e coloque-os a escorrer sobre papel absorvente. Sirva quentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *